Ela brincava com as minhas roupas. Acordava todo dia e colocava uma camiseta minha, desfilava pela casa vestida de minha, era minha, muito minha. Ela usava o que era meu e ainda sim ficava perfeita. Por baixo daquela camiseta, eu tenho certeza, sempre havia uma princesa.

Dois tons de amor. (via doistonsdeamor)